Centenário da Congregação Cristã no Brasil 1910 - 2010

James McGranahan


Nasceu no dia 4 de Julho de 1840 em West Fellowfield, próximo de Adamsville, Pennsylvania, sendo de descendência irlando-escocesa. Seu pai, George McGranahan, era fazendeiro. Quando já tinha idade suficiente, iniciou aulas de canto e logo se revelou como um dos mais talentosos e respeitados alunos, tendo mesmo organizado sua própria escola de canto, já aos 19 anos de idade. Tornou-se logo, um dos professores mais conhecidos da região.

James Mac Granahan foi um músico americano de muito talento e culto que viveu de 1840 a 1907. Ele era dotado de uma preciosa voz tenor e estudou entre 1861 e 1862 com eminentes mestres, tais como T. E. Perkins, Carlo Bassini, os quais deram conselho para que se dedicasse à ópera. Certamente, este conselho deve ter despertado sua imaginação, produzindo uma deslumbrante expectativa de fama e fortuna. E ele tinha certeza o tempo todo, que só dependia dele.

Em 1862 associou-se a J. G. Towner, e por dois anos fizeram concertos e turnês pelos estados de Pennsylvania e Nova Iorque, trazendo muita satisfação no trabalho que era desenvolvido.

Continuou seus estudos, agora sob os cuidados de Bassini, Webb, O'Neil, e outros, esmerando-se na arte de ensinar, com o príncipe dos mestres, Dr. Geo. F. Root, a arte da regência com Carl Zerrahn, harmonia com J. C. D. Parker, F. W. Root, e mais tarde, Geo. A. Macfarren, de Londres.

Em 1875 aceitou o cargo de gerente do Instituto Musical Normal de Root, atuando na qualidade de Diretor e Professor por três anos, tendo o Dr. Root como Chefe.

Durante este tempo angariou destacada reputação no seu trabalho e pelo seu brilho, na música clássica e de coral e cânticos sabatinos publicados de vez em quando. A esta altura, seu preparo para uma carreira de sucesso já estava consolidado. Havia se tornado um músico culto e dotado de uma reputação que crescia a cada dia, com sua performance solo atraindo muita atenção.

Sua belíssima e rara voz de tenor deixava seus ouvintes perplexos e maravilhados, tendo sido objeto de propostas até de seus mestres, para que se tornasse cantor de ópera, na qual sem dúvida, iria obter projeção e dinheiro.

Faleceu no dia 9 de Julho de 1907 em Kinsman, Ohio, onde se encontra enterrado.

São suas as melodias dos seguintes hinos da 4ª Edição do Hinário CCB:
157 - Que bela herança.
220 - Por Ti vivo, ó Deus potente.
249 - Eu necessito achegar-me.
287 - Vamos Lançar a Semente.
358 - Senhor, Tu és minha porção
372 - Avante sempre, sem temer!
380 - Vinde a Mim!
387 - Ó irmãos, por Deus diletos.
434 - Somos jovens.